Europa

Milhares de pessoas nuas e pintadas de azul invadiram as ruas de Hull

As ruas de Hull foram transformadas num enorme oceano de pessoas pintadas de azul, depois de 3200 voluntários terem aceitado o desafio de um artista plástico norte-americano. O objetivo foi alertar para as alterações climáticas e a subida dos níveis do mar. Veja o vídeo.

O apelo lançado pelo artista plástico Spencer Tunick visava criar uma enorme instalação para celebrar o relacionamento da cidade de Hull com o mar.

O desafio foi aceite por cerca de 3200 pessoas que acederam a participar no evento que se tornou o maior do seu género a ser encenado no Reino Unido.

Na instalação de nudez artística envolveu participantes de 20 países diferentes, incluindo o americano Stephane Janssen de 80 anos, que já trabalhou com o artista em 20 ocasiões anteriores.

As centenas reuniram-se ao amanhecer e foram pintadas em quatro tons de azul para celebrar a herança marítima da cidade de Hull. Mais tarde seguiram-se um conjunto de fotografias ao lado dos locais históricos mais conhecidos da cidade.

A ideia incorporou alguns dos locais exclusivos da cidade, incluindo a obra arquitetónica estruturada em aço que é a Ponte Scane Lane, emoldurada por edifícios georgianos e vitorianos, onde foram tiradas algumas fotografias.

“É sempre maravilhoso ver as pessoas de vários tamanhos cobertas de tinta andando pelas ruas de uma cidade que eu admiro. Eu estou ansioso para a exibição dos meus trabalhos finais que obviamente serão mostrados aqui em primeira mão”.

Veja o vídeo:

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir