Nas Notícias

Miguel Sousa Tavares diz que defender animais no Parlamento é um perigo

No seu comentário no jornal da noite da SIC, Miguel Sousa Tavares afirmou que vê as propostas do PAN apresentadas no Parlamento como “coisas muito perigosas”. “Os contribuintes não têm que estar a pagar a comida do cão e do gato”, defende.

O comentador achou o debate de apresentação do programa de Governo “muito fraquinho”, dizendo que nenhum dos partidos discutiu as suas propostas para a próxima legislatura, limitando-se a abordar erros do passado, quer da coligação, quer do PS.

Quando questionado sobre a primeira prestação de André Silva, o único deputado eleito pelo PAN, Miguel Sousa Tavares considerou as propostas de defesa dos animais “muito perigosas”, dizendo que não se pode comparar animais a pessoas.

“Tenho muito respeito pelas pessoas que vivem com animais domésticos, mas não as comparem à minha família”, atirou no seu comentário, dizendo que não se pode dar tal estatuto aos animais e compará-los com a família.

Em causa está a proposta do PAN que pede a dedução em sede de IRS das despesas com os animais, nomeadamente a alimentação, e que os animais passem a fazer parte do agregado familiar, beneficiando de deduções, assim como beneficia uma família.

O comentador termina dizendo que “os contribuintes não têm que estar a pagar a comida do cão e do gato” dizendo que ficou “assustadíssimo” com as propostas apresentadas pelo deputado do PAN, André Silva.

10836Shares

Mais partilhadas da semana

Subir