Nas Notícias

Miguel Sousa Tavares arrasa António Costa por causa dos fogos

No seu habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, de segunda-feira, na SIC, Miguel Sousa Tavares arrasa António Costa e a ministra da Administração Interna. “Cada hora que a ministra continua em funções demonstra a falta de brio”, dispara, deixando críticas ao chefe do Governo.

O escritor deixa ainda críticas às populações pelas “ações negligentes” como as queimadas que fazem.

Mas o foco crítico foi para o Governo e disse que António Costa deve “um pedido de desculpas ao país”.

“Devia ter dito: ‘Nós falhamos'”, explicou, revelando que, na sua ideia, “falhou tudo” no que toca ao combate aos fogos.

O comentador critica, de resto, a atuação do Governo na resposta ao cenário de devastação causado pelos incêndios florestais.

Incêndios? “Este primeiro-ministro e este Governo não vão ser capazes de resolver”

E vai mais longe. Sousa Tavares entende que “este primeiro-ministro e este Governo não vão ser capazes de resolver” a situação dos incêndios “a curto ou médio prazo”.

Miguel Sousa Tavares diz que o Estado “falha” ao não ser capaz “de defender a vida dos cidadãos” e refere que nada foi feito “para evitar que se repetisse Pedrógão”.

O comentador explicou ainda a sua opinião no que respeita a este caso dos fogos florestais e disse que “isto é absolutamente insustentável, estamos perante um problema político muito sério”.

“Estamos perante um problema político muito sério”

Tudo, pois, em seu entender, o “país está a investir em cada vez mais meios” e estamos perante uma situação “absolutamente insustentável”.

A ministra da Administração Interna, recorde-se, está no centro da polémica por causa dos fogos florestais que têm tirado a vida a muitas pessoas, este ano, e deixado um rasto de destruição pelo país fora.

A juntar a isto, Constança Urbano de Sousa disse, esta segunda-feira, que não se demitia e teve uma frase que tem marcado a atualidade: “Era mais fácil ir embora e ter as férias que não tive” (ver aqui).

248Shares

Mais partilhadas da semana

Subir