Motociclismo

Miguel Oliveira “orgulhoso” com as novas cores e o projeto da KTM no MotoGP

A revelação das cores de toda a ‘armada’ da KTM no MotoGP foi encarada como Miguel Oliveira como um tónico para o seu ano de estreia no escalão maior do motociclismo mundial.

Para além de estar agradado com as novas cores da equipa, o piloto português diz que elas mostram o espírito que ‘reina’ nas duas formações que representam a marca na categoria.

“Estou muito contente com as novas cores. A moto é espantosa. O resultado de tudo é simplesmente incrível, bastante diferente daquilo a que estava habituado. É um projeto tão bom aquele que a KTM e a Red Bull montaram juntas”, reagiu Miguel Oliveira.

O piloto de Almada considera que tudo é muito especial neste projeto: Ter as duas equipas de fábrica na grelha será algo bastante único e mostra claramente que a KTM quer dominar esta categoria e as corridas de motociclismo em geral. Estou bastante orgulhoso e privilegiado por fazer parte deste projeto”.

Já para o ‘patrão’ de Miguel Oliveira, Hervé Poncharal, as novas cores mostram uma coerência de marketing por parte da Red Bull, confirmando que a Tech3 está para a KTM Racing como na F1 a Toro Rosso está para a Red Bull Racing. Duas equipas que se complementam.

“O mais importante numa moto de competição é que seja rápida e que possamos trabalhar nela. Testamos a moto em Sepang há uns dias e foi muito interessante. Mas uma moto pode ser rápida e também bonita, o que sucede e é um bónus. Por isso estamos mais do que orgulhosos por mostrarmos finalmente a nossa decoração e vamos poder aprecia-la agora sob os holofotes do Qatar, o que será certamente mais espantoso”, salientou o chefe da Tech3.

Mais partilhadas da semana

Subir