Motociclismo

Miguel Oliveira não conseguiu fazer funcionar os pneus macios e parte de 17º em Aragon

Miguel Oliveira sentiu dificuldades no segundo dia de Grande Prémio de Aragon de MotoGP, garantindo um lugar na sexta linha da grelha de partida para a corrida de amanhã.

Uma volta em 1m48,827s deixou o piloto português da Red Bull KTM Tech3 a menos de meio segundo do ‘passaporte’ para a segunda qualificação, mas ainda assim mais rápido que Mika Kallio, que tripula a segunda KTM oficial no Motorland de Aragon.

Miguel não ficou, obviamente muito satisfeito, ainda que não surpreendido, dadas as condições climatéricas: “Foi um duro dia de qualificação. Esta manhã começamos com condições mistas, fizémos algumas modificações na moto e senti-me bem”.

“Por qualquer razão não conseguimos fazer funcionar os pneus macios. Para ser honesto o nosso ritmo de corrida parece melhor do que os tempos por volta, por isso espero por um boa partida amanhã e depois fazer uma boa corrida”, acrescentou o piloto de Almada.

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir