Motociclismo

Miguel Oliveira espera adaptar-se depressa a Buriram

Miguel Oliveira espera voltar a lutar pelo pódio no Grande Prémio da Tailândia de Moto 2, que este fim de semana se disputa no Circuito de Buriram.

O traçado é uma novidade para todo o pelotão do Campeonato do Mundo de Velocidade, pelo que a prioridade do piloto português da Red Bull KTM Ajo é adaptar-se depressa ao traçado tailandês.

Oliveira sabe que só um bom resultado lhe permite manter o ‘contacto’ com o líder do campeonato, pelo que em igualdade de circunstâncias no que à pista diz respeito quer aproveitar essa circunstância para encurtar distâncias relativamente ao seu rival.

Atualmente Miguel está a 19 pontos de Francesco Bagnaia, e com 125 ainda em jogo o piloto de Almada quer capitalizar todas as oportunidades que tiver este fim de semana. “Esta é uma altura do ano de que gosto, e tanto em Moto3, no ano passado, como em Moto2 consegui grandes resultados. Esta época começamos com a viagem até Buriram, um circuito completamente desconhecido e que apenas pude apreciar pela televisão”, refere.

“Será importante fazer o máximo de voltas possível nas sessões de treinos livres, de modo a adaptar-me o mais rapidamente e conseguir uma boa posição na grelha de partida no sábado. Estou a apenas 19 pontos do líder e ainda há 125 pontos para disputar, por isso vou fazer tudo que puder nas cinco corridas que ainda restam”, acrescenta Miguel Oliveira.

Mais partilhadas da semana

Subir