Motociclismo

Miguel Oliveira com “uma sexta-feira dececionante” em Aragon

Miguel Oliveira não teve um primeiro dia como desejava no Grande Prémio de Aragon de MotoGP. O piloto português acabou por ficar algo distante dos melhores tempos no segundo treino depois de ter estado ‘à porta’ do top dez no primeiro.

Ainda a recuperar da lesão no ombro direito sofrida na queda no GP da Grã-Bretanha, o piloto da Red Bull KTM Tech3 procurou acertar a RC16 # 88 às características do traçado do Motorland, mas a coisas acabaram por não correr de feição.

O 11º tempo da manhã não teve continuidade na sessão da tarde, onde as altas temperaturas que se fizeram sentir acabaram por ser um ‘inimigo’ do desempenho de Miguel Oliveira.

“Para ser honesto esta foi uma sexta-feira dececionante. Trabalhamos em diferentes afinações para a frente da moto e de momento parece que temos muitas coisas positivas, mas também muitos pontos negativos, por isso precisamos de focar-nos nisso amanhã para melhorarmos a nossa posição”, confessou o piloto de Almada após o segundo treino.

Miguel Oliveira não está desanimado, e alerta para o facto das condições climatéricas que se fizerem sentir no sábado em Aragon serão determinantes para os resultados que conseguir, tanto no terceiro e quarto treinos como na qualificação. “Vamos ver. As previsões meteorológicas para amanhã são um bocado mistas. De qualquer maneira vamos dar o nosso melhor”, rematou.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir