Motociclismo

Miguel Oliveira com “uma corrida bem difícil” em França

Miguel Oliveira voltou a pontuar no Campeonato do Mundo de MotoGP, mas a sua corrida no Grande Prémio de França foi tudo menos fácil, apesar do árduo piloto que piloto e equipa fizeram durante todo o fim de semana.

No Circuito Bugatti em Le Mans o piloto português não parou de evoluir, juntamente com a equipa Tech3, que procuraram mitigar o défice de velocidade da KTM RC16 da formação francesa comparativamente com as máquinas da maioria dos adversários.

Partindo da sexta linha da grelha de partida, Miguel tinha como objetivo regressar aos pontos, o que não afigurou muito fácil, ainda que partindo do 16º posto a tarefa do piloto de Almada aparentemente parecia um pouco mais facilitada do que na prova anterior.

A principal dificuldade de Oliveira foram as condições climatéricas, ainda que logo na manhã de domingo tenha percebido que a KTM # 88 estava bem melhor do que esteve em Jerez de La Frontera. Nestas circunstâncias lançou-se à luta e chegou ao 14º posto. Infelizmente uma penalização por ter cortado uma chicane acabou por lhe custar um lugar.

Mas Miguel Oliveira faz ainda assim um balanço positivo: “Foi uma corrida difícil. Todo o fim de semana não tivemos muito tempo a pista seca, por isso a afinação da moto não foi perfeita. De qualquer maneira conseguimos fazer alguns progressos do ‘warm-up’ para a corrida em termos de ritmo e consegui ser um pouco mais rápido”.

“Debati-me na corrida com algumas coisas, mas em geral o resultado foi um pouco melhor do que em Jerez, o que para mim foi o mais positivo hoje. Estou um pouco chateado com a minha penalização. Mas de qualquer forma estamos já a pensar na próxima prova”, rematou o piloto português.

10Shares

Mais partilhadas da semana

Subir