Motores

Miguel Barbosa de regresso ao todo-o-terreno

Miguel Barbosa não vai deixar o Campeonato de Portugal de Ralis mas sim fazer um regresso pontual ao todo-o-terreno para disputar a Baja TT Rota do Douro Verde.

O piloto do BP Ultimate Vodafone Team também não vai voltar a utilizar um Mitsubishi Racing Lancer mas vai alinhar na prova do Gondomar Automóvel Sport aos comandos de um Borgward BX7 DKR, sendo acompanhado por Pedro Velosa.

Foto: Gregory Lenormand/DPPI

É um reeditar de uma dupla que se sagrou campeã nacional de todo-o-terreno em 2012, desta vez para disputar um evento que se disputa nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Caneveses.

“Tive um convite simpático que se encaixa sem problemas no meu planeamento dos ralis e é sempre com um enorme prazer que disputo provas de todo-o-terreno. É uma corrida que irei fazer sem qualquer tipo de ambição que não seja a de dar o meu melhor e usufruir ao máximo desta possibilidade de regressar esporadicamente a este tipo de provas”, refere Miguel Barbosa a propósito deste desafio.

O piloto lisboeta acrescenta: “Vou pilotar um carro que não dispõe das últimas evoluções regulamentares, mas com o Pedro Velosa a meu lado iremos enfrentar com muito gosto este aliciante desafio”.

A primeira Baja TT Rota do Douro Verde terá duas etapas, repartidas por um prólogo e quatro setores seletivos. No dia 15 disputa-se o prólogo de 6,45 km que terá uma dupla passagem. No domingo a prova contempla uma dupla passagem por dois troços com extensões de 51,9 e 82,50 km respetivamente. O primeiro percorre as pistas rápidas e encadeadas do concelho de Baião enquanto o segundo, denominado Marão, tem o seu traçado desenhado em pistas de Amarante. A prova terá um total de 281 km cronometrados.

Mais partilhadas da semana

Subir