Apresentações/Novidades

Nem Mercedes, nem Lamborghini. O carro mais bonito do ano é um Mazda

A Lamborghini bem tentou, com o Terzo Millennio. A Mercedes também, com o AMG Project One. Mas a Mazda voltou a arrecadar do título para o carro mais bonito do ano. O Vision Coupé dominou as atenções no 33.º Festival Automobile Internacional, em Paris (França).

É o segundo triunfo em três anos para a marca japonesa, dois anos após a distinção do RX-Vision.

A concorrência era feroz. O Mazda Vision Coupé superou ‘bombas’ como o Lamborghini Terzo Millennio e o Mercedes AMG Project One.

O Audi Aicon, o BMW i Vision Dynamics, o KIA Proceed Concept, o Mercedes AMG GT Concept, o Mercedes Maybach Vision 6 Cabriolet, o Nissan Vmotion e o Peugeot Instinct foram outros candidatos que ficaram no retrovisor do Mazda.

De acordo com os jurados (especialistas nos setores automóvel e competição, bem como bem renomados arquitectos e designers de moda), o Mazda Vision Coupé apresenta proporções que fluem ao longo das quatro portas, com habitáculo posicionado para trás, ao mesmo tempo que encerra em si o potente ímpeto de um modelo desportivo de elevada performance.

“O Vision Coupé recorre a reflexos para expressar uma sensação de vitalidade, naquele que é o próximo passo do design kodo”, salientou Ikuo Maeda, diretor global de design da Mazda.

“Este carro encarna uma delicada estética japonesa e o facto de ser reconhecido aqui na cidade das artes, dois anos após o RX-Vision ter sido agraciado com a mesma honra, é algo de muito gratificante”.

O Vision Coupe irá estar exposto no Hôtel National des Invalides, em Paris, até ao dia 4 de fevereiro, no âmbito da exposição de concept-cars do Festival Automobile International, certame que atrai anualmente cerca de 35 mil visitantes.


Mais partilhadas da semana

Subir