Crónicas

O menor dos males

« Sucesso é a habilidade de ir de fracasso para outro sem perda de entusiasmo.»

E eis que os membros do partido republicano nos estados Unidos tem de decidir se a vitória de Hillary Clinton causará menos danos ao partido republicano do que a vitória de Donald Trump.

Agora que a nomeação de Donald Trump como candidato republicano parece inevitável, os republicanos vêem o seu pior pesadelo a ganhar vida, apesar de todos os esforços feitos para o evitar.O que inicialmente foi encarado como impossível, quase como uma anedota abalou a estrutura do partido republicano.

Aconteça o que acontecer o partido republicano nunca mais será o mesmo. A incapacidade do partido de perceber a insatisfação do americano comum permitiu a situação e colocou os dirigente do partido num dilema.

Se apoiarem Donald Trump , e este for eleito as consequências da personalidade de Trump poderão provocar ao partido danos graves. E sem a experiência do partido, mesmo que seja eleito Trump corre o risco de ser engolido pela sua incapacidade política de lidar com as armadilhas que lhe serão preparadas tanto por republicanos como por democratas.

Os líderes republicanos só tem a agradecer a ele mesmo por estarem na situação em que estão.

Alguns republicanos afirmaram que preferem ver Hillary Clinton na Casa Branca a Donald Trump. Agarrando-se à ideia de que a derrota dos republicanos poderá ser a sua salvação.

Ao longo do processo, Donald Trump conseguiu irritar os hispânicos, as mulheres, alguns orgãos da comunicação social, membros do partido republicano, os mexicanos e os chineses. Na eventualidade de ser eleito a ideia Putin e Trump a lidarem um com o outro faz arrepiar peles e não só nos Estados Unidos.

Mais partilhadas da semana

Subir