Nas Notícias

Medalhado olímpico atrasa regresso a casa para salvar cinco cães

medalhado 210medalhadoGus Kenworthy venceu uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos, mas demorou a regressar a casa: ao tomar conhecimento da ‘limpeza’ efetuada em Sochi, o esquiador ficou mais alguns dias na Rússia para poder adotar e levar cinco cães para os Estados Unidos.

O esquiador Gus Kenworthy já regressou aos EUA, mas na bagagem levou algo mais do que a medalha de prata conquistada nos Jogos Olímpicos: cinco cães vadios de Sochi.

A cidade russa que acolhe a olimpíada de inverno foi alvo de uma ‘limpeza’, com as autoridades a exterminarem os cães vadios. Poucos terão sobrevivido e entre esses encontram-se os cinco adotados pelo esquiador norte-americano.

medalhado 01Gus Kenworthy, de 22 anos, descobriu os animais nas proximidades do ‘media center’, o moderno edifício que serve de base à comunicação social que cobre os Jogos Olímpicos. O jovem do Colorado, que já tomara conhecimento da ‘limpeza’ em Sochi, não hesitou em meter os papéis para adotar legalmente os cães.

A burocracia reteve o atleta durante alguns dias, período que Kenworthy aproveitou para mimar os animais e divulgar fotografias deles no Twitter.

Refira-se que o esquiador não teve dúvidas em escolher dois dos nomes: “Silver” (prata, a medalha que conquistou) e “Sochi”.

Em destaque

Subir