Fórmula 1

McLaren pouco melhor que o resto do meio do pelotão da F1

Segundo Lando Norris a diferença da McLaren para o restante ‘miolo’ do pelotão da Fórmula 1 é menor do que aparenta.

Para o jovem piloto britânico nas qualificações os pneus têm ‘mascarado’ alguns dos problemas encontrados pela equipa, que ocupa a quarta posição no Campeonato do Mundo de Construtores.

A provar a teoria de Norris está o facto de em corrida a Renault passar frequentemente de quinta para quarta força. O que segundo o piloto do MCL34 # 4 se deve ao facto de, numa só volta, o McLaren ser o quarto monolugar mais rápido, a seguir a Mercedes, Ferrari e Red Bull.

“Em qualificação conseguimos ‘safa-nos’ pela forma como o carro se comporta”, afirma Lando Norris, chamando a atenção que o monolugar laranja tem um problema “fundamental” em termos da forma caprichosa como tem de ser guiado.

“Os novos pneus ‘mascaram’ um pouco o que se passa, e eles dão-nos coisas que precisamos numa volta de qualificação. Por isso somos capazes de fazer melhor do que conseguimos durante a corrida”, explica o piloto britânico.

E Norris acrescenta: “Estamos no limite na qualificação e o carro tem um bom desempenho, mas quando vamos para a corrida mostra o seu verdadeiro potencial e o que podemos de fazer com os pneus usados e como os novos os pneus o mascaram”.

O melhor desempenho da McLaren da qualificação esta época ocorreu no Grande Prémio dos Estados Unidos, sendo que Daniel Ricciardo, o melhor piloto da Renault, ficou a seis décimas, embora na corrida o australiano tenha sido sexto à frente de Lando Norris.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir