Apresentações/Novidades

Mazda com recorde de vendas a nível mundial

Muito por culpa de modelos como o SUV CX-5, a Mazda regisou um novo recorde de vendas a nível mundial no terceiro trimestre do ano fiscal.

A marca de Hiroshima cresceu tanto em receitas como em lucros, em linha com o seu objetivo, registando um novo valor recorde pelo terceiro ano consecutivo, conseguindo vendas globais de 1.186.000 unidades entre os meses de abril e dezembro de 2017, período que corresponde aos primeiros nove meses do seu Ano Fiscal. Tal corresponde a um aumento de 25.000 unidades (+2%) face ao mesmo período de 2016.

O novo SUV foi um dos grandes responsáveis por este aumento do volume de negócios da Mazda, a par com os outros ‘crossover’ da marca, obtendo um novo recorde na China, num aumento de 8% nas vendas no período anual homólogo, totalizando 245.000 unidades no final desses três trimestres fiscais.

No Japão, o seu mercado interno, os resultados são igualmente positivos, com um crescimento de 5%. Os dados relativos à Europa traduzem-se em 172.000 unidades**, com as vendas a registar um crescimento de 18% em França. Também Espanha (+10%), Holanda (+8%) e Alemanha (+7%) registaram aumentos significativos.

Visando manter a tendência de crescimento e satisfazer a forte e contínua procura, a Mazda começou a produzir o CX-5 em Hofu, no Japão. Tal reflecte a crescente popularidade dos ‘crossover’ da marca, cujo peso no volume total de vendas deverá ultrapassar os 40% no final do presente Ano Fiscal.

Ainda em termos de produção, para além do incremento no fabrico de motores na Tailândia, foi anunciada a implantação, em regime de ‘joint-venture’ com a Toyota, de uma nova fábrica nos EUA, em Huntsville (Estado do Alabama), onde a Mazda prevê produzir modelos SUV a partir de 2021. O desenvolvimento de tecnologias para veículos eléctricos, a realizar através da EV C.A. Spirit Co., Ltd, baseada noutra ‘joint-venture’ com a Toyota e o fabricante de componentes japonês Denso, está a evoluir de acordo com o previsto.

Mais partilhadas da semana

Subir