Local

Mau tempo: Maioria das escolas da Figueira da Foz mantém-se encerrada terça-feira

A maioria das 53 escolas e jardins de infância do concelho da Figueira da Foz vai manter-se encerrada na terça-feira devido aos danos causados pela tempestade Leslie, anunciou hoje o presidente da autarquia.

Em conferência de imprensa, João Ataíde indicou que depois de todos os estabelecimentos de ensino terem estado encerrados hoje, 15 das 53 escolas irão reabrir na terça-feira e que para a autarquia é “uma prioridade” a realização de reparações que permitam, durante a semana, que as restantes possam voltar a funcionar.

Em comunicado, a Câmara Municipal esclarece que, “por questões de segurança”, em coordenação com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, “determinou que se mantenham encerradas as escolas e jardins-de-infância da rede pública que apresentam danos mais graves”.

De acordo com dados fornecidos hoje pela autarquia (e que serão atualizados diariamente) seis dos 20 jardins-de-infância existentes no município e igual número das 26 escolas de primeiro ciclo reabrem na terça-feira.

Serão ainda reabertas duas das quatro escolas dos 2º e 3º ciclos do ensino básico: a Pintor Mário Augusto, na freguesia de Alhadas, e a escola João de Barros, na Figueira da Foz, embora os 8º e 9º ano de escolaridade deste estabelecimento de ensino se mantenham terça-feira sem aulas “uma vez que o pavilhão dois ainda carece de intervenção”.

No agrupamento da freguesia de Paião, no sul do concelho, todas as escolas ali existentes mantêm-se encerradas “por estarem sem água e sem luz”, adianta a mesma informação.

Já das três secundárias existentes, todas localizadas na cidade da Figueira da Foz, apenas a escola Cristina Torres irá reabrir, mantendo-se encerradas a Joaquim de Carvalho e Bernardino Machado.

O município indica ainda que as duas escolas profissionais, que funcionam no mesmo edifício do antigo matadouro “se mantém encerradas amanhã [terça-feira], pelos mesmos motivos”.

Mais partilhadas da semana

Subir