Desporto

Marítimo regressa às vitórias na receção ao Paços de Ferreira

O Marítimo ganhou hoje, com conforto, o Paços de Ferreira no Funchal, por 3-0, em encontro da 21.ª jornada I Liga entre equipas que estavam há cinco jogos sem vencer.

Os madeirenses voltaram aos triunfos também nos Barreiros, onde o último foi há dois meses (1-0 ao Boavista, em 14 de dezembro de 2019), e subiram ao 12.º lugar, com 24 pontos, os mesmos do Tondela.

Em relação aos ‘castores’, perderam pela quarta vez consecutiva e não só continuam na 16.ª posição, a primeira acima da zona de despromoção, como têm agora cinco pontos de desvantagem para o Belenenses SAD, o 15.º (16 para 21).

Numa partida em que as oportunidades eram criadas através de segundas bolas, o Marítimo chega ao golo ao minuto 21 também graças a isso.

Após um livre indireto, Nanu cruzou e a interceção de Diaby colocou a bola à mercê de Zainadine, que inaugurou o marcador com um remate muito bem executado.

O Paços, na procura do empate, apostou nas bolas paradas, embora sem criar grande perigo, mostrando a razão de ter apontado apenas um golo nas cinco partidas anteriores.

Nota ainda na primeira parte para um lance aos 37 minutos, em que Maracás assustou, ao ficar inconsciente por uns instantes, após um choque com Bebeto, mas o central pacense recuperou e voltou a jogo.

O segundo tempo começou com os ‘verde rubros’ a chegarem a festejar novo golo, com um cabeceamento certeiro de Rodrigo Pinho, mas o árbitro Manuel Mota assinalou falta do avançado brasileiro.

Mesmo assim, o 2-0 acabou por acontecer, com Bambock a fazer um passe longo para Rúben Ferreira, que assistiu Nanu e o internacional pela Guiné-Bissau passou por Ricardo Ribeiro, marcando pela primeira vez na equipa principal maritimista.

A desvantagem, agora maior, fez com que Pepa fizesse umas mudanças, nomeadamente nas alas, apostando em Castanheira e Murilo, e a formação da Mata Real aproximou-se mais da baliza de Amir.

No entanto, a equipa do Marítimo também continuou a atacar e acabou por chegar ao terceiro tento, à passagem do minuto 87, novamente por Nanu, que finalizou, de primeira, após cruzamento de Bambock.

Jogo realizado no Estádio do Marítimo, no Funchal.

Marítimo – Paços de Ferreira, 3-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Zainadine, 21 minutos.

2-0, Nanu, 54.

3-0, Nanu, 87.

Equipas:

Marítimo: Amir, Bebeto, Zainadine, René Santos, Rúben Ferreira, Franck Bambock, Edgar Costa, Xadas (Pedro Pelágio, 82), Nanu, Daizen Maeda (Correa, 71) e Rodrigo Pinho (Joel Tagueu, 75).

(Suplentes: Charles, Dejan Kerkez, Pedro Pelágio, Correa, Erivaldo, Getterson e Rodrigo Pinho).

Treinador: José Gomes.

Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro, Jorge Silva, Marcelo, Maracás, Oleg, Diaby (Stephen Eustáquio, 46), Pedrinho, João Amaral (Murilo, 59), Hélder Ferreira (Adriano Castanheira, 59), Denilson e Douglas Tanque.

(Suplentes: Simão Bertelli, Marco Baxinho, Bruno Teles, Luiz Carlos, Stephen Eustáquio, Adriano Castanheira e Murilo).

Treinador: Pepa.

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Oleg (20), Diaby (25), Edgar Costa (41), Xadas (43) e Stephen Eustáquio (86).

Assistência: Cerca de 6.000 espetadores.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir