Motociclismo

Mário Patrão regressa ‘às lides’ com um pódio na Grécia

Após oito longos meses sem competir – devido ao acidente sofrido no Rali Dakar – Mário Patrão regressou às competições e em grande nível, ao subir ao pódio no Serres Rally, prova da Taça Europeia FIM disputada na Grécia.

O piloto de Seia mostrou estar em forma numa das mais importantes provas europeias de navegação por ‘roadbook’.

E apesar de não se sentir ainda totalmente recuperado, e por isso não estar nas condições ideais para disputar a corrida, Mário Patrão soube tirar bom partido da KTM EXC 450 e obteve a terceira posição da classe T3 e o quinto lugar absoluto entre 88 concorrentes de várias nacionalidades.

O piloto beirão teve um andamento consistente desde o início desta prova grega, composta por sete etapas e com 1267 quilómetros ao cronómetro. O que ainda valorizou ainda mais o resultado, a par com a sua condição física.

“Esta prova teve um sabor mais que especial tendo em conta as condições em que cheguei. A lesão está tratada, mas falta muito treino físico, provas e confiança para voltar ao ponto que estava”, começou por contar Mário Patrão.

O piloto de Seia lembra: “Foram sete dias muito duros, muitas horas de navegação, alguns erros cometidos, algumas lições tiradas, mas no final alcancei o terceiro lugar da minha classe. Foi uma prova com roadbooks difíceis e exigentes, mas fui ganhado confiança quilómetro a quilómetro e o ritmo foi-se tornando cada vez mais competitivo”.

“Foi uma corrida muito desafiante, mas o meu objetivo sempre foi trabalhar com afinco para deixar os meus patrocinadores orgulhosos. Quero agradecer aos patrocinadores que enquanto estive lesionado estiveram sempre presentes, a apoiar-me em tudo que precisei. Foi fundamental para me manter motivado e ter alcançado este resultado”, acrescentou o piloto que corre com as cores do Crédito Agrícola.

Mais partilhadas da semana

Subir