Nas Notícias

Maria Vieira critica Diogo Morgado pela participação no ‘Vale Tudo’ da SIC

maria vieira atrizNo seu espaço no Facebook, a atriz Maria Vieira critica Diogo Morgado pelo facto de o ator ter participado no ‘Vale Tudo’ da SIC, programa que classifica de “efetivação de figuras ridiculamente idiotas”.

Maria Vieira utilizou o Facebook para tecer críticas pouco simpáticas ao ator Diogo Morgado. “Em inofensivo zapping, dou por mim a sintonizar a SIC e que vejo eu? O Diogo Morgado, ator português que vive justo reconhecimento na indústria cinematográfica americana, a participar numa coisa tipo programa de televisão que envolve planos inclinados, quedas aparatosas, embates mais ou menos estúpidos contra paredes e efectivação de figuras ridiculamente idiotas!”, começa por escrever a atriz, que não se deteve.

“O que é que o Diogo Morgado faz ali? Alguém o obrigou a participar sob ameaça da própria vida? Não? Então porquê? Precisará ele dos míseros euros que supostamente lhe pagam para fazer aquelas figuras? Será que ele pretende arruinar o que de bom lhe tem acontecido nos últimos tempos? Terá ele enlouquecido?”, questiona.

Maria Vieira confessa que aprecia o talento do ator e esse facto suscita na atriz um ímpeto ofensivo misturado com simpatia. “Caramba; eu gosto do Diogo Morgado, acho que ele é um ator muito interessante e tenho a certeza que os produtores americanos não devem descortinar muita a piada em vê-lo fazer aquelas figuras que ficam a dever mais à dignidade do que aquilo que os portugueses devem à troika!”.

Depois, Maria Vieira prossegue com uma comparação: “Estão a imaginar (salvo as devidas distâncias) o Johnny Depp ou o António Banderas a escorregarem num plano inclinado e a “esbardalharem-se” de encontro a uma parede?! Pois, eu também não, e eles, seguramente muito menos!”.

E a atriz conclui com um desejo irónico. “Espero bem que o agente americano do Diogo tenha visto aquele programa, tipo “chalaça”, e lhe diga aquilo que toda a gente com cérebro lhe gostaria de dizer, ou seja: ‘não te metas nisso pá’, a bem da carreira internacional do nosso “Cristo Lusitano”…”.

Em destaque

Subir