Nas Redes

Maria Vieira comenta piada polémica de João Quadros

Eis que surge uma das reações mais esperadas ao tema do momento. Maria Vieira, já com vasta experiência nisto de polémicas nas redes sociais, pronunciou-se sobre a piada de João Quadros, que aludiu à “cabeça rapada” de Laura Ferreira como metáfora para chamar ‘skinhead’ a Passos Coelho.

Maria Vieira, a mesma que chamou “idiota” a Salvador Sobral e que disse que Marcelo é “o pior Presidente de sempre”, entre provocações a António Costa e Cristiano Ronaldo (entre muitos outros), aponta agora o dedo ao humorista, acusando-o de “ódio puro”.

“Escreveu isto na desesperada tentativa de satirizar a mulher de um político que não lhe agrada, uma mulher que luta há já muito tempo contra uma doença terrível que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, uma doença que provoca dor e sofrimento a quem contra ela luta e a todos aqueles que lhe são próximos (família e amigos e mesmo a todos aqueles cujo coração alberga a solidariedade e a compaixão devida a quem sofre) uma doença maldita a que nenhum ser humano desta terra é imune!”, referiu Maria Vieira.

A atriz continuou: “Nada tenho contra a sátira saudável, mesmo que agressiva, dirigida a políticos e governantes, bem pelo contrário, eu própria a faço sempre que entendo por bem fazê-la, mas isto, isto que esta pessoa escreveu no Twitter não é humor, não é sátira, nem sequer é uma piada ou uma graçola frustrada, não, isto é ódio puro e duro, é malvadez, é falta de educação, é falta de respeito, é ausência total de compaixão por quem sofre, isto é tudo aquilo que nenhum ser humano de bem poderia jamais escrever ou falar sobre um seu semelhante. Eu tinha vergonha de ser esta pessoa!”

198Shares

Mais partilhadas da semana

Subir