Nacional

Maria Leal ataca SIC após entrevista: “Trataram-me como uma criminosa”

Maria Leal recorreu às redes sociais para criticar a SIC, após a emissão da entrevista que concedeu esta sexta-feira. “Foram totalmente parciais na entrevista que concederam, tratando-me como uma criminosa”, escreveu.

Depois de negar as acusações de Francisco D’Eça Leal, por ter gasto uma fortuna “ao desbarato”, Maria Leal concedeu uma entrevista à SIC para se defender.

“O dinheiro era dos dois e foi gasto em comum acordo. Ponto final, parágrafo”, afirmou.

A artista admitiu que, tal como denunciado pelo ex-marido, não poupava nos gastos. “Fomos exagerados”, reconheceu.

A entrevista, que Maria Leal sublinhou ser para “dizer a verdade” porque estava a “ser julgada em praça pública”, não agradou à artista, que recorreu às redes sociais para atacar a estação.

“Felizmente em Portugal existe jornalismo de qualidade, porque o que temos visto na SIC, além duma reportagem onde não me deram direito de me defenderem das acusações infundadas de que fui alvo, foram totalmente parciais na entrevista que me concederam hoje a meu pedido, não passando os factos mais importantes que denunciei, tratando me como se duma criminosa se tratasse”, escreveu.

Maria Leal atacou ainda Joana Latino, que afirmou que os concertos da artista deviam ser cancelados.

“Apenas lhe digo que tenha vergonha e venha se retratar, para bem do canal que representa”, afirmou.

Maria Leal é acusada pelo marido, Francisco D’Eça Leal, de ter ‘estourado’ uma herança milionária.

Mais partilhadas da semana

Subir