Nas Notícias

Marcelo: “Prioridade das prioridades é olhar para os familiares dos que partiram”

O Presidente da República terminou em Penacova as suas visitas pelos concelhos afetados pelas chamas nos dias 14 e 15 de outubro, onde se registaram 44 vítimas mortais e mais de 70 feridos. Marcelo Rebelo de Sousa voltou a sublinhar que o importante, agora, é “olhar para os familiares dos que partiram”.

Em declarações à RTP 1, o Presidente da República confirmou que esteve praticamente com “todos os familiares das vítimas. Só nos casos que não foi possível é que não o fiz”, referindo que estas estão a “lutar para recomeçar. Emociona muito mas dá também muita força”.

Marcelo sublinhou que, neste momento, não existem prioridades políticas, mas que a “prioridade das prioridades é olhar para os familiares dos que partiram, olhar para os que sofreram nas suas casas, nas suas vidas, nos seus empregos”.

Ao longo do discurso, acabou por confirmar que a “prioridade política é o plano de emergência. Mas é evidente que depois é muito importante a prevenção e o combate aos fogos para que isto jamais aconteça nestes termos”, realçando a preponderância de uma “reflorestação que deve feita como deve ser e não mal feita”.

O Presidente da República não pretende esquecer os dias negros que assolaram Portugal, mas acredita que o país ultrapassará esta tragédia, “porventura a maior na história da democracia deste país”.

“Temos uma nação muito antiga, muito unida e muito coesa, que já passou por muitas tragédias”, conclui.

Mais partilhadas da semana

Subir