Nas Notícias

“Marcelo devia ter ido visitar a PSP e a GNR, não a Jamaica”, acusa Ventura

Promotor do Chega critica a visita do Presidente da República ao Bairro da Jamaica. “!É uma lástima. O mais alto magistrado da Nação deveria ir visitar as esquadras da PSP e os quartéis da GNR que são constantemente alvo de violência”, defende.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou hoje, ao final da manhã, o bairro Jamaica, no Seixal, sem anúncio prévio, e aceitou o convite para estar presente na próxima festa da associação de moradores.

Esta visita, que não constava da agenda do chefe de Estado transmitida à comunicação social, foi divulgada posteriormente, através de uma nota na página da Presidência da República. E merece críticas de André Ventura.

“Marcelo não deixa de nos surpreender, agora com uma visita envergonhada ao bairro onde os ataques à polícia são frequentes e cada vez mais cruéis e organizados. De tal forma se sente envergonhado, que a página oficial da Presidência da República nem sequer anunciou a visita”, aponta o jurista, em declarações ao PT Jornal.

“Agora já não interessava publicitar os afetos e as selfies? Ou tinha medo que a caravana presidencial fosse assaltada?”, questiona ainda André Ventura.

“É uma lástima. O mais alto magistrado da Nação deveria ir visitar as esquadras da PSP e os quartéis da GNR que são constantemente alvo de violência, e não consolar zonas onde o crime parece ser uma das formas de subsistência”, conclui.

Recorde-se que, segundo um comunicado da Presidência da República, composto por dois parágrafos, Marcelo Rebelo de Sousa visitou hoje “ao fim da manhã” este bairro no Seixal, no distrito de Setúbal, “tendo estado com dirigentes da associação de moradores e visitado o centro comunitário, onde conviveu com moradores de diversas idades”, lê-se no texto.

“O Presidente da República aceitou o convite para estar presente na próxima festa da associação”, pode ler-se.

Mais partilhadas da semana

Subir