Motociclismo

Marc Marquez domina no Japão e Miguel Oliveira termina perto do top dez

Marc Marquez dominou o Grande Prémio do Japão de MotoGP, confirmando o título de construtores da Honda, numa prova que marcou o regresso de Miguel Oliveira aos pontos.

Em Motegi Campeão do Mundo, que largava da ‘pole-position’, não deu qualquer hipóteses aos seus adversários, ainda que na partida Fabio Quartararo tenha tentado assumir a liderança.

Arrancando de terceiro, o francês da SRT Petronas tentou acompanhar Marquez, conseguiu mesmo passá-lo durante a volta inaugural, mas a oposição de Quartararo ao espanhol da Honda ficou mesmo por ali, pois o pilto da RC213V # 93 tinha outras ideias e o firme propósito de sair do país do sol nascente com mais um triunfo.

Percebia-se que a opção por um pneu médio atrás permitia a Marc Marquez forçar um pouco o andamento, e aos pouco o espanhol foi-se afastando um pouco de Fabio Quartararo, que acabaria por cortar a meta a mais de oito décimas do vencedor.

Mais atrás Andrea Dovizioso fez uma prova de recuperação, que aos poucos o levou a discutir a terceira posição, apesar de ter montando um pneu dianteiro macio na sua Ducati. O italiano acabaria mesmo por levar a melhor sobre Maverick Viñales para garantir o seu 100º pódio, apesar do espanhol da Yamaha se ter aproximado bastante na ponta final da corrida, e de ter optado por um pneu traseiro macio na sua moto.

Cal Crutchlow teve um começo de prova algo complicado, mas depois chegou a incomodar Viñales antes de voltar a perder terreno e terminar num quinto posto tirado ‘ferros’ face à proximidade de Franco Morbidelli, que não conseguiu confirmar em prova aquilo que o seu andamento na qualificação parecia indicar.

Enquanto Valentino Rossi e Andrea Iannone não evitaram quedas, Miguel Oliveira fez uma prova quase irrepreensível, cedo rodando entre os 15 primeiros. O piloto português teve um interessante duelo com Francesco Bagnaia ao longo da corrida, vindo a conseguir superiorizar-se ao italiano da Pramac no final da prova.

Para além de ser 12º no final da prova, Miguel terminou logo atrás de Pol Espargaro, que mais uma vez foi o melhor representante da KTM, com Mika Kallio, na segunda RC16 oficial, a concluir a prova duas posições abaixo do piloto de Almada.

Classificação final
1º Marc Marquez (Honda) 42m41,492s
2º Fabio Quartararo (Yamaha) + 0,870s
3º Andrea Dovizioso (Ducati) + 1,325s
4º Maverick Viñales (Yamaha) + 2,608s
5º Cal Crutchlow (Honda) 9,140s
6º Franco Morbidelli (Yamaha) + 9,187s
7º Alex Rins (Suzuki) + 9,306s
8º Joan Mir (Suzuki) + 10,695s
9º Danilo Petrucci (Ducati) + 14,216s
10º Jack Miller (Ducati) + 18,909s
11º Pol Espargaro (KTM) + 25,554s
12º Miguel Oliveira (KTM) + 27,870s

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir