Desporto

Maratonista queniano Kalalei suspenso por quatro anos, por doping

O maratonista queniano Samuel Kalalei foi hoje suspenso por quatro anos, no seguimento de um controlo positivo por EPO, na última maratona de Roterdão, em abril passado.

A suspensão, anunciada pela Unidade de Integridade do Atletismo (AIU), confirma a suspensão preventiva que já vigorava desde 04 de junho deste ano.

Kalalei, 23 anos, correu em Roterdão em 2:10.44, para ser sétimo. Antes, já tinha dado nas vistas em novembro de 2017, ao ganhar a matatona de Atenas.

Este caso segue-se a vários outros verificados nos últimos tempos com fundistas quenianos, incluindo a campeã olímpica de maratona no Rio2016, Jemima Sumgong.

Em setembro, um relatório da Agência Mundial Antidopagem (AMA) considerou existir no Quénia “um programa grave” de dopagem, mesmo que não se tenha concluído haver a prática de ‘doping institucionalizado’ no país.

Mais partilhadas da semana

Subir