Nacional

Malato vive drama e acusa mãe de se afastar por ser gay

José Carlos Malato escreveu um texto onde se queixa de ser “órfão”. O pai do apresentador morreu há poucos meses e agora Malato acusa a mãe de se afastar por causa de ser gay. O rosto da RTP aponta culpas às Testemunhas de Jeová.

“A minha mãe foi proibida/proibiu-se (?) de privar comigo e com a minha irmã”, salienta Malato, revelando que se sente “sozinho”.

“Perdi o meu pai há cinco meses, em circunstâncias trágicas. Como se não bastasse, temo ter perdido também a minha mãe, neste tempo que passou.”

O apresentador da RTP, que anunciou há pouco tempo a rutura da relação com o namorado João Caçador, acusa as Testemunhas de Jeová.

“Porque somos desassociados desta organização fundamentalista e radical e, eu, porque sou gay”.

Malato chega mesmo ao ponto de se disponibilizar para ser adotado.

“Na qualidade de orfão de pai e mãe, estou disponível para adoção! Quem precisar do carinho de um filho amoroso, exemplar, com as minhas características, candidate-se! Como diz Tom Veloso ‘todo o homem, precisa de uma mãe!’ Obrigado”.

A publicação feita por Malato surge acompanhada por uma foto onde aparece com a mãe.

Há poucos dias, o apresentador de 54 anos falava da satisfação que sente em ser homossexual.

“Eu adoro ser gay e nunca quis ser outra coisa“, disse, poucos dias antes de partilhar um outro texto dramático que alarmou os fãs.

Veja a publicação de Malato onde critica a mãe:

Nos últimos tempos, Malato tem encontrado refúgio na companhia dos seus cães com quem vai brincando e partilhando vários momentos de diversão nas redes sociais.


Mais partilhadas da semana

Subir