Nas Redes

Malato exige expulsão da psicóloga que defende a cura dos homossexuais

José Carlos Malato exigiu publicamente que a Ordem dos Psicólogos expulse Maria José Vilaça, a “criatura” que foi à TVI defender publicamente as “terapias de reconversão sexual“.

O apresentador da RTP, que assumiu publicamente a homossexualidade, ficou seriamente revoltado com as declarações da presidente da Associação de Psicólogos Católicos.

Nas redes, Malato protestou contra a “criatura”, como a designou, por defender que a homossexualidade é “um surto psicótico”.

“A Ordem dos Psicólogos já se demarcou e criticou esta energúmena. Expulsem-na”, exigiu.

O apresentador repetiu, como fez várias vezes desde a fase final da doença do pai, que “o ato médico não deve, nem pode, ser contaminado por qualquer convicção religiosa”, uma cláusula que devia estar incluída no juramento hipocrático.

“Quanto do que tem sido construído foi agora destruído com afirmações deste tipo? Quanto sofrimento vai causar, já causou? Que Deus lhe perdoe porque ela sabe bem o que faz”, concluiu José Carlos Malato.

2123Shares

Mais partilhadas da semana

Subir