Ásia

Mais de 20 milhões de pessoas visitaram Macau no primeiro semestre

Mais de 20 milhões de pessoas visitaram Macau no primeiro semestre, um aumento de 20,6 por cento face a igual período do ano passado, indicam dados oficiais divulgados hoje.

Entre janeiro e junho, o número de excursionistas (10.798.806) e de turistas (9.485.827) aumentou 34,2 por cento e 8,2 por cento, respetivamente, em termos anuais, totalizando 20.284.633 de visitantes, segundo a Direção dos Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

Por visitante entende-se qualquer pessoa que tenha viajado para Macau por um período inferior a um ano, um termo que se divide em turista (aquele que passa pelo menos uma noite) e excursionista (aquele que não pernoita).

Nos meses em análise, os visitantes permaneceram em Macau por um período médio de 1,1 dias, menos 0,1 dias, em termos homólogos.

A maioria dos visitantes que entraram em Macau, no primeiro semestre, vieram do interior da China (14.314.457), mais 22,3 por cento face à primeira metade do ano passado.

Já os visitantes da Coreia do Sul (450.140), de Hong Kong (3.694.910) e de Taiwan (535.597) cresceram 6,2 por cento, 23,2 por cento e 2 por cento, respetivamente.

Segundo a DSEC, os visitantes dos EUA (106.790), da Austrália (48.447), do Canadá (39.723) e do Reino Unido (30.693) também cresceram, comparando com o primeiro semestre de 2018.

Só no mês de junho, visitaram Macau mais de três milhões de pessoas, um aumento de 18,9 por cento em relação ao período homólogo do ano passado.

No último mês, o número de turistas (1.528.419) e o de excursionistas (1.567.434) aumentou 5,7 por cento e 35,4 por cento, respetivamente, em termos anuais, totalizando 3.095.853 visitantes em Macau, de acordo com a DSEC.

Mais partilhadas da semana

Subir