Nas Notícias

Maior enfoque na nutrição pode salvar 3,7 milhões de vidas até 2025

Um maior investimento nos serviços de nutrição poderia salvar 3,7 milhões de vidas até 2025, segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) hoje divulgado.

“A fim de fornecer serviços de saúde de qualidade e alcançar a cobertura universal de saúde, a nutrição deve ser posicionada como uma das pedras angulares da saúde”, assinala a OMS no documento que foi hoje publicado.

A OMS recomenda que os serviços de saúde estejam prontos para garantir uma nutrição adequada em cada estágio da vida, com dietas saudáveis, o que poderia salvar 3,7 milhões de pessoas até 2025.

Como intervenções nutricionais adequadas a cada etapa da vida, a OMS dá o exemplo de fornecimento de suplementos de ferro e ácido fólico no tratamento pré-natal, a promoção da amamentação, limitar a ingestão de açúcares em adultos e crianças e reduzir o consumo de sal, de forma a contribuir para a diminuição de doenças cérebro e cardiovasculares.

Enquanto se assistiu a uma diminuição da prevalência das crianças com problemas de crescimento entre 1990 para 2018, a obesidade infantil aumentou, com o excesso de peso a aumentar de 4,5 por cento em 1990 para 5,9 por cento no ano passado.

Dados de 2016 estimam que haja 1,3 mil milhões de pessoas com excesso de peso, sendo que 650 milhões são obesos (13 por cento da população mundial).

A OMS recorda que a obesidade é o fator de risco principal para várias doenças, como diabetes, doenças cardiovasculares e alguns cancros.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir