Nas Notícias

Madeira já com 24 casos de covid-19

O Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE) da Madeira elevou hoje para 24 o número de infeções por covid-19 no arquipélago, mais três do que na quinta-feira, num momento em que as autoridades alertam contra a discriminação dos doentes.

“Todos os doentes com covid-19 podem ser seguidos com segurança, com qualidade, por parte das autoridades regionais de saúde, respeitando todas as normas”, afirmou o secretário regional da Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, em videoconferência, no Funchal.

O governante reagia, desde modo, a relatos divulgados na imprensa regional sobre alegados casos de discriminação a doentes com covid-19, que apresentam sintomas ligeiros e se encontram a recuperar em isolamento no domicílio.

“Essas pessoas não devem ser objeto de discriminação social. Podem estar em casa. Não oferecem perigo, desde que se mantenham as recomendações das autoridades”, reforçou.

Dos 24 casos positivos registados na Madeira, quatro são cidadãos dos Países Baixos, e os restantes são residentes na região, dos quais 19 estão em isolamento no domicílio e um está internado na unidade de covid-19, no Hospital Central do Funchal, em situação estável.

“Não esqueçam, madeirenses e porto-santenses, 80% dos doentes podem estar no domicílio, vão estar no domicílio, e precisam de não ser discriminados”, alertou Pedro Ramos, vincando que “a onda de solidariedade tem de ser também individual”.

Dos 24 casos de infeção pelo novo coronavírus no arquipélago, 19 têm ligação epidemiológica a áreas com transmissão ativa da doença, nomeadamente Emirados Árabes Unidos (Dubai), Países Baixos, Reino Unido, Espanha, França e Lisboa e Vale do Tejo, sendo que cinco foram contagiados por contacto na Madeira.

Em vigilância ativa estão 694 pessoas, menos 201 do que na quinta-feira, entre as quais 11 profissionais de saúde, num dia em que a Linha SRS24 (800 24 24 20) recebeu 110 chamadas, totalizando 4.138 desde 27 de fevereiro.

Portugal regista hoje 76 mortes associadas à covid-19, mais 16 do que na quinta-feira, e o número de infetados subiu para 4.268, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25.000.

0Shares

Em destaque

Subir