Motores

Lourinhã ‘capital mundial’ do Freeride durante três dias

O Campeonato do Mundo de Freeride 2019 ‘assenta arraiais’ na Lourinhã nos próximos três dias.

É na Praia da Areia Branca, em Peniche, que amanhã se iniciam as ‘hostilidades’ entre os melhores do mundo nas acrobacias em jet-ski, com o campeão em título, o mexicano Abraham Hochstrasser a começar a defesa do cetro conquistado no ano passado.

Como curiosidade está o facto de Portugal não ser um país desconhecido para Hochstrasser, já que foi o primeiro piloto de jet-ski a navegar as ondas gigantes da Nazaré, ombreando assim com o famoso surfista Gareth McNamara.

Para desafiar o Campeão nas ondas da Praia da Areia Branca estão o britânico Daniel Foy, o australiano Joel Barry, os franceses François Laverne e Hugo Goirre, o brasileiro Bruno Jacob ou o argentino Martin Fernandes. Mas estes são apenas os ‘artistas’ principais de um ‘cartaz’ mais vasto.

Amanhã têm lugar as verificações técnicas e documentais, bem como duas sessões de pré-qualificação, onde obrigatoriamente têm de participar todos os inscritos. No sábado serão disputadas três ‘mangas’, desde a qualificação aos oitavos de final, enquanto os concorrentes do ‘Europeu’ da modalidade estarão em luta pelos quartos de final. Para o domingo, jornada de tira-teimas final, estão reservados os “combates” que culminarão com as finais dos dois campeonatos em discussão.

No Freeride, cada piloto disputa, numa corrida a dois, mangas de oito minutos, onde o seu talento e habilidade são avaliados por um júri internacional, composto por cinco membros, que avaliam parâmetros como: nível de dificuldade, estética, nível de risco e fluidez da atuação.

O Campeonato do Mundo de 2019 de Freeride tem ainda na agenda a passagem por países como Austrália, Estados Unidos da América, México, França, Inglaterra e Japão.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir