Cultura

Lisboa acolhe exposição sobre estúdios de animação Aardman

O trabalho visual dos estúdios britânicos Aardman, de cinema de animação, com marionetas, cenários e desenhos, vai ser mostrado numa exposição, a partir do dia 14, no Museu da Marioneta, em Lisboa, foi hoje anunciado.

A exposição é uma das iniciativas que antecipa o Monstra – Festival de Animação de Lisboa, marcado para março, e incluirá a presença em Lisboa de Peter Lord, um dos fundadores dos estúdios, em data a anunciar.

Os estúdios Aardman voltam a estar em exposição em Portugal – agora em Lisboa – depois de ter acontecido uma retrospetiva em 2011, na Solar – Galeria de Arte Cinemática, em Vila do Conde.

Em Lisboa, a exposição apresentará 47 marionetas, oito cenários, ‘storyboards’, desenhos e esboços de produções de animação nascidas nos estúdios Aardman, como por exemplo as séries “Wallace e Gromit”, “Creature conforts” e “Ovelha Choné” e os filmes “A Fuga das galinhas” e “A idade da pedra”.

Os estúdios Aardman foram fundados em Bristol em 1972, por Peter Lord e David Sproxton, e dedicaram-se sobretudo à produção de conteúdos de animação com a técnica “stop motion”, em séries de televisão, publicidade e longas-metragens.

Aos estúdios estão associados realizadores como Peter Lord, Nick Park, Rebecca Manley e Sarah Cox.

Grande parte dos trabalhos dos estúdios, premiado internacionalmente, já passou em várias edições do festival Monstra, pelo menos desde 2008, ano em que foi prestada homenagem ao cinema de animação do Reino Unido.

A exposição “A magia dos estúdios Aardman” ficará patente no Museu da Marioneta até 21 de abril.

Mais partilhadas da semana

Subir