Internacional

Lindsay Lohan critica mulheres que denunciam assédio

Lindsay Lohan elogiou as mulheres que assumiram publicamente terem sido vítimas de assédio, mesmo que assim “pareçam fracas”, e arrasou as “raparigas” que o fazem “só porque querem atenção”.

Famosa por ter protagonizado várias polémicas (desde álcool e drogas até uma pena de prisão), a atriz norte-americana decidiu voltar à ribalta nas redes sociais com uma opinião controversa sobre o assédio sexual, que continua a ser o tema do momento na indústria do entretenimento.

Numa entrevista ao The Times, Lindsay Lohan dividiu as vítimas de assédio em dois grupos: as que “parecem fracas” porque apresentam queixa e as que falam publicamente “porque querem atenção”.

“Se acontece naquele momento, tens de o naquele momento”, frisou a atriz que, há quase um ano, veio publicamente defender Harvey Weinstein, o todo-poderoso produtor de cinema que caiu em desgraça após múltiplas denúncias de assédio e abuso sexual.

Se a denúncia for feita no momento, “tornas o problema verdadeiro ao fazer queixa à polícia”, reforçou.

“Vou odiar-me por dizer isto, mas as mulheres que atuam contra estas coisas parecem fracas quando, na verdade, são muito fortes”, afirmou.

Pelo outro lado, há as “raparigas” que só dizem ser vítimas por uma questão de fama, continuou.

“Nem se sabe quem são e só o fazem porque querem atenção”, sustentou Lindsay Lohan.

Ao agirem desta forma, “estas raparigas desviam a atenção do facto de que realmente aconteceu alguma coisa”, concluiu.

Mais partilhadas da semana

Subir