Desporto

Liga espanhola trabalha para “estar acima de Ronaldo”, garante Javier Tebas

O presidente da Liga espanhola procurou desvalorizar a saída de Cristiano Ronaldo. “Claro que” Javier Tebas preferia ter o português “no Real Madrid”, mas a função dos dirigentes da competição passa por garantir que esta esteja “acima dos jogadores e dos clubes”.

Em conversa com os jornalistas, à margem da apresentação do ‘Encontro Ibérico’ com o homólogo português (Pedro Proença),o dirigente espanhol assumiu que CR7 valorizava a Liga espanhola, mas que esta terá de ‘sobreviver’ à mudança do melhor do mundo para Itália.

“Trabalhámos durante quatro ou cinco anos sabendo que isto ia acabar no Real e que o Ronaldo iria embora”, salientou.

Na hora de elogiar o avançado, o dirigente espanhol não esqueceu um outro português que também passou com impacto pela competição.

“Claro que gostava de o ter no Real Madrid e José Mourinho na Liga”, afirmou Javier Tebas.

Só que a Liga espanhola trabalha para estar “acima dos jogadores e dos clubes”, pelo que quem não está… não faz falta.

“Esta segunda feira, em três países importantes, tivemos que assinar os contratos dos direitos de televisão. Foram renovados sem ninguém me perguntar por Cristiano Ronaldo”, revelou o presidente da Liga espanhola.

Mais partilhadas da semana

Subir