Fórmula 1

Líder da Women Series na Williams Driver Academy

Jamie Chadwick pode ter sido batida pela holandesa Beikte Visser na segunda prova da Women Series (W Series) – a nova competição feminina de monolugares – mas passou a integrar o programa Williams Driver Academy como piloto de desenvolvimento.

A britânica – líder da W Series e campeã GT4 do seu país em 2015 – irá aproveitar de toda estrutura da equipa de Fórmula 1 liderada por Claire Williams, sendo que para além de ter começado o campeonato feminino de monolugares com uma vitória em Hockenheim e um segundo lugar em Zolder, no passado fim de semana.

Para já Jamie vai trabalhar no simulador da Williams e depois assistir em plenas boxes da equipa ao Grande Prémio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 em julho. Isso vai permitir-lhe contactar com os engenheiros e com os pilotos da equipa, especialmente com o seu compatriota George Russell.

“O tempo passado no simulador é uma oportunidade fantástica para prosseguir o meu desenvolvimento. Estou ansiosa por passar tempo na fábrica em Grove e ajudar no que possa. Fazer parte da Driver Academy é uma plataforma incrível e estou radiante por começar”, afirma a piloto de 20 anos natural da cidade de Bath (sul de Inglaterra), que assim se junta ao piloto de reserva da Williams, o canadiano Nicholas Latifi.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir