Fórmula 1

Lewis Hamilton regressa às vitórias em Sochi

Lewis Hamilton regressou às vitórias ao impor-se hoje no Grande Prémio da Rússia, onde a Mercedes garantiu uma ‘dobradinha’ com o segundo lugar de Valtteri Bottas.

Mas o desfecho da corrida acabou por ficar traçado quando um problema elétrico no monolugar de Sebastian Vettel pôs um ponto final na prova do germânico e deu a Hamilton a oportunidade para parar numa situação de ‘safety-car’ e assim regressar à pista no comando, uma vez que Charles Leclerc já realizara a sua paragem nas boxes.

Ao fazer o monegasco parar uma segunda vez a Ferrari deu à Mercedes a possibilidade de consumar uma improvável ‘dobradinha’, já que Bottas herdou a segunda posição que era do piloto do Principado.

Leclerc ainda tentou ‘salvar’ o dia com a volta mais rápida, mas nem isso o piloto do Ferrari SF90 # 16 conseguiria concretizar, tendo de contentar-se com o último lugar do pódio. Hamilton ficou com esse ponto suplementar e foi a Mercedes a fazer a festa em Sochi.

Tal como tinha previsto, a penalização de cinco lugares a Max Verstappen na grelha de partida fez-lhe pouca diferença, já que o holandês pôde recuperar até quarto ainda antes das paragens nas boxes.

A Red Bull ainda viu Alexander Albon – que partiu das boxes – efetuar uma notável ascensão que culminou na ultrapassagem a Carlos Sainz Jr e a obtenção da sexta posição final.

Para o espanhol da McLaren fica mais uma prova consistente, onde apenas não teve argumento para os dois pilotos da Red Bull Racing, cujos monolugares são superiores ao seu, e por isso foi mais uma vez o melhor dos outros.

Já Lando Norris não conseguiu imitar o seu companheiro de equipa e na fase final da prova não conseguiu resistir a Sergio Perez e Kevin Magnussen, ainda que um erro do dinamarquês da Haas lhe valesse uma penalização em tempo e a perda da oitava posição para o jovem britânico.

Uma última palavra para o dia para esquecer da Renault, que o 10º lugar de Nico Hulkenberg não mitiga, sendo que Daniel Ricciardo se pode queixar de falta de sorte, depois de sofrer uma ‘pancada’ do Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi que causou o abandono de Romain Grosjean.

Classificação final
1º Lewis Hamilton (Mercedes) 53 voltas
2º Valtteri Bottas (Mercedes) + 3,829s
3º Charles Leclerc (Ferrari) + 5,212s
4º Max Verstappen (Red Bull) + 14,210s
5º Alexander Albon (Red Bull) + 38,348s
6º Carlos Sainz (McLaren) + 45,889s
7º Sergio Perez (Racing Point) + 48,728s
8º Lando Norris (McLaren) + 57,749s
9º Kevin Magnussen (Haas) + 59,841s
10º Nico Hulkenberg (Renault) + 1m00,821s

Em destaque

Subir