Motociclismo

Lewis Hamilton irá tripular uma MotoGP no futuro

Toto Wolff revelou em Melborne que Lewis Hamilton irá tripular uma máquina de MotoGP num futuro não muito distante.

O Campeão do Mundo de Fórmula 1 – que em dezembro do ano passado tripulou uma Yamaha YZF-R 1 do Campeonato do Mundo de Superbikes em Jerez de La Frontera, e sofreu uma queda sem consequências – terá feito um acordo com o chefe da equipa Mercedes.

Agora na Austrália foi da boca do próprio Wolff, que, com algum humor, foi confirmado um teste com uma moto de Grande Prémio: “Não me vou poder juntar a ele, mas sim o novo responsável de estratégias e um dos engenheiros de corrida. Ninguém respondia ao telefone e acabei por descobrir que toda a gente guiava motos”.

austríaco mostrou assim que não receia que Hamilton se lesione praticando certos desportos de risco que não a Fórmula 1 e de certa forma justificou porquê. “Lewis já não um jovem de 18 ou 19 anos. É cinco vezes Campeão do Mundo. Ele sabe exatamente o que funciona para ele e o que não funciona. Na minha opinião todas estas atividades anexas não constituem mais do que uma distração”, defendeu o chefe da Mercedes.

Toto Wolff referiu também: “Certas atividades são do domínio do passatempo, como o desporto, outras são mais paixões como a moda. A cada vez que ele faz uma escapadela num domínio ou noutro regressa sempre mais forte. Certas pessoas fazem seminários de meditação na Índia, ele faz paraquedismo. É preciso aceitar as pessoas como elas são”.

Hamilton há muito tinha manifestado a intenção de guiar uma máquina de MotoGP: “Quero guiar uma. Tenho cem por cento de certeza. Preciso apenas de andar mais. É um sonho que tenho para realizar. Vejo todas as corridas. Mesmo quando estou num fim de semana de Grande Prémio (de Fórmula 1) deixo rapidamente os ‘brefings’ para me instalar em frente a um ecrã”.

Mais partilhadas da semana

Subir