Nas Notícias

Leva a ex-mulher a jantar fora e rega-a com gasolina para a matar

policia judiciaria2 Depois de dois anos de casamento, um homem não aceitou a separação e tentou matar a mulher, no Parchal, em Portimão. Segundo a Polícia Judiciária (PJ), o suspeito, de 43 anos de idade, regou a ex-mulher com gasolina, após uma agressão. O objetivo seria atear fogo, mas a vítima conseguiu fugir. O homem, trabalhador da construção civil, irá ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

Um homem de 43 anos não aceitou a separação, depois de dois anos de casamento, e tentou matar a ex-mulher, regando-a com gasolina, após um jantar.

De acordo com o comunicado da Polícia Judiciária (PJ), o suspeito foi identificado e detido pelo Departamento de Investigação Criminal de Portimão, “pela presumível autoria do crime de homicídio na forma tentada, cometido no passado dia 2 de junho de 2014, na via pública no Parchal”.

O detido “aliciou a vítima para um jantar”, sendo que, “na continuação do plano que havia elaborado, pediu boleia à vítima até outro local, onde, depois de a agredir, lhe disse que a ia matar regando-a com a gasolina de um recipiente que trazia consigo e ateando-lhe fogo”.

A vítima, porém, “conseguiu fugir” momentos antes de o marido ter concluído os seus planos. “O detido mudou posteriormente de residência, tendo sido agora localizado na área da Lourinhã após numerosas diligências de investigação”, realça a nota da PJ.

O detido, de 43 anos de idade, trabalhador da construção civil, irá ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir