Motociclismo

Lesão afeta Miguel Oliveira no regresso à pista

Miguel Oliveira acusou bastante a lesão sofrida na Grã-Bretanha nos treinos livres de sexta-feira do Grande Prémio de San Marino de MotoGP.

O piloto português da Red Bull Tech3 não foi além do 20º tempo, evidenciando ainda as mazelas sofridas no acidente em Silverstone e também o facto de não ter falhado os dois dias de testes neste mesmo circuito de Misano.

Ainda assim Miguel deu o seu melhor e ficou a 1,587s do melhor tempo do primeiro dia, conseguido por Maverick Viñales. Um resultado que o deixou um pouco dececionado, ainda que ciente das razões para que tal tenha sucedido.

“O primeiro dia aqui em Misano foi um grande passo atrás por causa da minha lesão e também pelo facto de ter falhado o teste aqui. Isso significou perder muitas referências. Tive de guiar para criar as minhas voltas de referência”, começou por explicar o piloto de Almada.

Miguel Oliveira diz que o fim de semana vai ser marcado pelo seu ‘handicap’ físico, mas acredita que vai melhorar ao longo dos três dias: “De momento a força no meu ombro e a estabilidade são, de alguma forma, um problema, por isso vou tentar descansar bastante e perceber se isto melhora. Espero que possamos encontrar um pouco mais de rapidez amanhã, para ficar mais perto da frente”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir