Motores

Latvala lidera ‘Mundial’ de ralis mas não se considera favorito no México

Jari-Matti Latvala pode liderar o campeonato do mundo de ralis (WRC), depois de ter sido segundo em Monte Carlo e ter ganho na Suécia, mas nem por isso se considera favorito à vitória na terceira prova da época, no México, no próximo fim-de-semana.

O finlandês da Toyota será o primeiro a passar na estrada no primeiro rali de terra do WRC 2017, mas o facto de considerar que a equipa não testou em altitude e sob muito calor não o deixa otimista para o evento centro-americano.

A Toyota testou no sul de Espanha, quando a Volkswagen o fazia no próprio México, pelo que Latvala considera que isso o deixará em desvantagem face à concorrência. “Acho que não temos muitas hipóteses de ganhar no México. Não receio abrir a estrada, mas tenho de ser realista sobre o que esperar nesta posição. Vimos no ano passo que era uma vantagem passar em sétimo na estrada – e fiquei 40 segundos à frente de (Sebeastian) Ogier no final do primeiro dia”, afirmou o finlandês.

“México vai ser o rali mais difícil da época para nós. Somos uma equipa nova a ir ao México pela primeira vez. Outras equipas têm bastante experiência neste rali e nestas condições. A equipa fez algum trabalho de simulação, mas não sabemos como as coisas funcionarão quando chegarmos ao México”, sublinhou Jari-Matti Latvala.

O teste da semana passada foi a segunda vez que o finlandês guiou o Yaris WRC na terra, com alguma altitude à mistura (2000 metros), mas que talvez fosse melhor se ainda fosse feito a mais altitude. O que era impossível devido à neve. Algo que não existe no México.

Mais partilhadas da semana

Subir