Motores

Latvala ainda na frente do Rali de Portugal mas já com Ogier por perto

LatvalaPortugal0815

Jari-Matti Latvala manteve a liderança do Rali de Portugal na segunda etapa, que levou os concorrentes a percorrerem os três duros troços da região do Marão. Mas o finlandês da Volkswagen viu o seu companheiro Sebastien Ogier aproximar-se.

É que embora Latvala não tenha sido particularmente lento em qualquer das seis classificativas disputadas, e enganou-se num cruzamento na primeira especial do dia, foi Ogier quem mais tempo recuperou na segunda secção da tirada, que levou à repetição das passagens pelos troços de Baião, Marão e Fridão.

Mais do que na véspera, a gestão dos pneus era essencial neste terceiro dia de prova, e embora o campeão do mundo não tivessse a melhor ordem de passagem por classificativas que poderia ‘limpar’ para os seus adversários, a verdade é que essa vantagem se esbateu mais na secção da etapa.

 

OgierPortugal315Sebastien Ogier ganhou as duas últimas classificativas do dia, mas o tempo ganho nos troços anteriores foi determinante, pois isso permitiu-lhe chegar à primeira especial da tarde e ganhar a terceira posição ao seu companheiro de equipa Andreas Mikkelsen.

Depois o francês acabaria por desferir o assalto final ao segundo posto de Kris Meeke, concluindo o dia a somente nove segundos e meio de Jari-Matti Latvala, deixando antever que o duelo pela vitória no último dia se irá restringir a Ogier e ao seu companheiro de equipa.

Para Meeke as escolhas de pneus não foram as ideiais, mas piores da parte da tarde do que de manhã, quando foi o mais rápido em duas das três especiais, sendo a outra ganha por Mikkelsen.

MeekePortugal315

O último lugar do pódio é agora o objetivo do inglês da Citroën, que parte para o último dia de prova com Mikkelsen a pouco mais de um segundo, também ele com uma escolha de pneus menos conseguida na segunda secção do que na primeira e um pião no último troço.

A quarta posição de Ott Tanak deveu-se mais à consistência do estoniano da M-Sport do que ao fato de ser muito mais rápido do que Dani Sordo, que viu a contas com dificuldades com as escolhas de pneus mostrando estar menos à vontade no Marão do que estivera na véspera nos troços do Alto Minho.

O espanhol tem a gora a responsabilidade de conseguir um resultado para a Hyundai, já que na primeira classificativa do dia Thierry Neuville capotou o seu i20 WRC e teve de abandonar, enquanto Hayden Paddon teve problemas de motor na última especial do dia.

NeuvillePortugal315

Problemas que também Mads Ostberg também teve no seu Citroën DS3 WRC, quer de transmissão quer de turbo, que o fizeram ‘cair’ para a oitava posição.

Isto para já não falar de Elfyn Evans, que ao abrigo da regra Rally 2 voltou à prova para abandonar logo a seguir, já que o seu Ford Fiesta RS WRC teve um princípio de incêndio devido a uma fuga de óleo provocada por um toque numa pedra.

Classificação após a 13ª PE

1.º Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Volkswagen) 2h56m19,0s

2.º Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Volkswagen) + 9,5s

3.º Kris Meeke/Paul Nagle (Citroën) + 20,0s

4.º Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Volkswagen) + 21,1s

5.º Ott Tanak/Raigo Molder (Ford) + 1m11,1s

6º Dani Sordo/Marc Marti (Hyundai) + 1m55,4s

7.º Hayden Paddon/Jonathan Kennard (Hyundai) +2m01,0s

8º Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroën) + 2m05,0s

9.º Robert Kubica/Macej Szczepaniak (Ford) + 3m06,9s

10.º Martin Prokop/Jan Tomanel (Ford) + 5m49,7s

Mais partilhadas da semana

Subir