Motociclismo

Kiko Maria inicia campanha pelo título nacional de Pré Moto3

Francisco ‘Kiko’ Maria está de regresso às pistas nacionais depois do segundo embate demonstrou no European Talent Cup, com o começo da sua terceira época no Campeonato Nacional de Velocidade.

Para o vice-campeão, agora “mais bem preparado”, o objetivo é ir além das quatro vitórias alcançadas em 2018, assumindo a sua aposta na conquista do título nacional de Pré Moto3, a começar já este fim de semana no Circuito do Estoril.

Com mais experiência ‘Kiko’ espera estar à altura do desafio, tal como a sua equipa, a Moto Action Team, “completamente focada nos resultados”.  No Campeonato Nacional de 2019, o jovem piloto vai “lutar pela vitória” em todas as seis provas do calendário. Só dessa forma, assinala, sabe que será possível sagrar-se campeão ao fim de três anos de prática da modalidade, o que, a concretizar-se, significará que terá atingido um dos “grandes objetivos” que traçou para a sua temporada.

‘Kiko’ Maria tem recordações do “campeonato muito bom” que fez no ano passado, em que venceu todas as quatro corridas que terminou. “Desisti em duas, ambas em Portimão, com problemas mecânicos, e outras duas tiveram de ser canceladas, por motivos compreensíveis. Se se têm realizado, estou convencido que tinha boas chances de ganhar e de conquistar o título”, declara o jovem piloto, de 15 anos, a poucas horas de iniciar a primeira sessão de treinos da prova de abertura da temporada nacional de pista, organizada pelo Motor Clube do Estoril.

Como acontece no campeonato espanhol, agora conhecido pela sigla ESBK, o piloto estará aos comandos de uma moto com chassis BeOn e motor Yamaha YZ 250F, de 250 centímetros cúbicos. Utilizada pela primeira vez nesta época há três semanas, em Jerez de la Frontera, a máquina foi totalmente revista incorpora já algumas das evoluções do motor japonês homologadas para 2019.

O programa da prova inaugural do CNV prevê um sábado repartido entre treinos (livres e cronometrados) para todas as categorias e troféus até às 17,35 horas, realizando-se a partir daí as primeiras três corridas desta jornada dupla, destinadas aos participantes nos troféus ENI-TLC e Kawasaki ZCup, na Copa Dunlop Motoval e nos campeonatos das categorias Superbike e Superstock 600.

No domingo, a partir das 12,45 horas, disputar-se-ão mais cinco corridas. Voltarão à pista os concorrentes que competiram na véspera e estrear-se-ão os pilotos das restantes categorias CNV: 85 GP/Moto 4 e MIR Moto 5, que alinharão agrupados, e PréMoto 3 e Supersport 300, que a organização também juntará na mesma grelha de partida. Para esta corrida a largada ocorrerá às 16,15 horas e estão previstas 14 voltas à pista, de 4.140 metros de perímetro.

Mais partilhadas da semana

Subir