Mundo

Justiça alemã liberta Puigdemont e descarta crime de rebelião

O tribunal de Schleswig-Holstein ilibou Carles Puigdemont do crime de rebelião, que constava no pedido de extradição feito por Espanha. Puigdemont ficou em liberdade, sob fiança, adianta o jornal La Vanguardia.

A Audiência Territorial do estado federal alemão de Schleswig–Holstein descartou hoje o crime de “rebelião” do pedido de extradição do ex–presidente catalão Carles Puigdemont para Espanha, deixando–o em liberdade, sob fiança, enquanto analisa a entrega à justiça espanhola.

Assim, a instância judicial não acatou o pedido do Ministério Público do mesmo estado federal, que tinha pedido a extradição de Puigdemont pelos crimes de rebelião e peculato (uso fraudulento de fundos públicos).

Puigdemont está na prisão de Neumünster desde 24 de março, quando foi detido pela polícia alemã pouco depois de ter entrado pela fronteira dinamarquesa.

Segundo avança o jornal La Vanguardia, os juízes descartaram o crime de rebelião, que constava do pedido de extradição feito por Madrid.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir