Motociclismo

Jorge Lorenzo com sorte ao escapar a ferimentos em queda

O começo da temporada de MotoGP não foi o que Jorge Lorenzo desejava, muito menos quando terminou no chão o Grande Prémio do Qatar, ganho pelo seu companheiro de equipa Andrea Dovizioso.

No entanto espanhol da Ducati considera que teve muita sorte em escapar sem ferimentos após a queda na 12ª volta da primeira corrida de 2018, quando perdeu o controlo da Desmocedici # 99 na curva quatro do Circuito de Losail, no final da reta principal.

O acidente ficou a dever-se a problemas na roda dianteira, como explicou o próprio Lorenzo: “Foi um problema de travões, que foi piorando a cada volta. Mas tive muita sorte, porque não sucedeu na primeira curva, porque se fosse a 300 km/h teria sido uma história diferente. Tive sorte com isso, mas hoje tive zero pontos”.

“Parecia que o disco da frente estava cada mais perto dos meus dedos e fiquei sem travões ao fim de alguns metros. Tenho de tentar usar menos travão dianteiro e mais o de trás. Tentei atrasar isto e foi piorando de volta para volta. Infelizmente quando cheguei à curva 4 a primeira parte da travagem correu bem, mas de repente fiquei completamente sem travões. Fui depressa para a gravilha e saltei da moto para evitar bater no muro”, acrescentou o piloto de Maiorca.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir