Economia

Jogos da Santa Casa sofrem quebra no volume de negócio

Os Jogos da Santa Casa sofreram uma quebra no volume de negócio, como consequência da pandemia de covid-19, mas viram aumentar as suas apostas ‘online’, informou hoje a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML).

“Atendendo às circunstâncias excecionais que se vivem e o estado de emergência em vigor, admite-se uma quebra no volume de negócio durante este período”, disse Lusa a assessoria da SCML.

No entanto, a mesma fonte salvaguarda que o plano de contingência dos Jogos Santa Casa “tem permitido a continuidade da sua atividade sem disrupções significativas”, sendo que grande parte dos pontos de venda distribuídos por todo o país continuam abertos e a funcionar.

A principal alteração significativa foi a suspensão temporária dos concursos do Totobola, devido à interrupção por tempo indeterminado das 1.ª e 2.ª Ligas portuguesas de futebol, bem como das ligas de outros países.

É também devido à suspensão do calendário desportivo que o Placard tem neste momento “uma oferta limitada”, mas continua “ativo”, sublinha a mesma fonte.

Apesar da quebra verificada no volume de negócios, cujos valores a SCML não revela, verifica-se desde o dia 01 de março “um aumento na vertente digital dos vários jogos sociais do Estado, quer através de apostadores antigos que reativaram as suas contas, quer através de novos registos na App e no ‘site’ dos Jogos Santa Casa”.

0Shares

Em destaque

Subir