Motores

João Fonseca vence Rampa de Santa Marta e amplia vantagem na Montanha

João Fonseca somou mais um triunfo no Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019, ao impor-se este domingo na Rampa de Santa Marta.

Aos comandos do seu Silver Car o piloto da Covilhã esteve irrepreensível, face à forte oposição de Hélder Silva, que aos comandos do Juno CN09 terminou na segunda posição , a 4,1s do vencedor.

Fotos: FOTO GTI

Face a este novo êxito Fonseca sai da prova do Clube Automóvel da Régua na liderança do campeonato, num evento onde finalmente José Correia pôde usufruir um pouco mais do Osella PA2000 Evo2 e garantir o último lugar do pódio absoluto. O piloto de Braga terminou atrás de Hélder Silva, que sentiu alguns problemas na bomba de água do Juno CN 09 e a 6,1 segundos de João Fonseca.

Luís Nunes voltou a estar acima da concorrência entre os Turismos, impondo o seu Ford Fiesta R5 + na Divisão 2, a que somou a quarta posição absoluta em Santa Marta de Penaguião. Atrás de si Hugo Araújo completou o top cinco da ‘geral’ com o sempre espetacular Subaru Impreza da Bracardox, que desta vez evidenciou problemas ao nível da transmissão.

Manuel Pereira fechou o pódio da Divisão 2 com o Mitsubishi Lancer EVO VI e foi quarto dos Turismo, terminando à frente de Luís Silva, no BMW M3, e foi o quinto dos Turismo.

Já Joaquim Teixeira levou o Seat Leon Eurocopa ao triunfo da Divisao 3, onde Gabriela Correia, aos comandos de um carro idêntico, assegurou o segundo posto, num pódio completado por Sérgio Nogueira, no seu sempre ágil Renault Clio RS.

Destaque também para a presença do autarca de Alberto Pereira. O autarca de Mesão Frio foi eficaz em todas as subidas e reclamou a vitória na Divisão 1, batendo Parcídio Summaviele, no seu Renault Clio RS.

Ricardo Gomes, no Mitsubishi Lancer Evo X, terminou na terceira posição. Isto apesar de alguns percalços, que incluiram mesmo um capotanço e a quebra do motor.

Pedro Marques fechou o top dez absoluto aos comandos do seu Cupra Leon, conseguindo também vencer a Divisão 4.

No Campeonato de Portugal de Clássicos de Montanha o triunfo pertenceu a Flávio Saínhas, sempre rápido aos comandos do seu inconfundível Ford Escort MKI amarelo. Desta vez teve de se empenhar para levar de vencida Carlos Oliveira, em Ford Sierra Cosworth, pois apenas 0,250s ficaram a separar os dois pilotos.

Luís Moutinho, em Ford Escort RS 1800, fechou o pódio, enquanto Ricardo Loureiro se debateu com problemas elétricos no seu Ford Escort MKII, vencendo mesmo assim a Divisão 6.

Na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha 1300 o triunfo foi para José Pedro Figueiredo, que aos comandos do seu Datsun 1200 foi sempre mais rápido do que Domingos Fetnandes, segundo no Autobianchi A112 Abarth.

Mais partilhadas da semana

Subir