Motores

João Fonseca e Flávio Saínhas em destaque no primeiro dia no Caramulo

João Fonseca, no Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, e Flávio Saínhas, no Campeonato de Clássicos Montanha, foram os mais rápidos no primeiro dia de Rampa do Caramulo.

O piloto do Sporting da Covilhã vem cedo mostrou que estava na prova do Targa Clube para ganhar, como o tem feito nas provas anteriores. O líder do campeonato foi o mais rápido em todas as quatro subidas realizadas este sábado.

Fotos: FOTO GTI

Aos comandos do Silver Car EF10 Fonseca estabeleceu como melhor marca da jornada 1m18,599s à média de 130,53 km/h, batendo Hélder Silva, no Juno CN 09, e José Correia, aos comandos do PA2000 Evo2 assistido pela Vettra Motorsport. Estes dois últimos protagonizaram uma luta pelo segundo posto, com Silva a ficar a segundo e meio do líder da prova.

Luís Nunes ‘mandou’ nos Turismos. O piloto de Valpaços parece cada vez mais à vontade aos comandos do Ford Fiesta R5 + e não deu hipóteses, tanto na categoria como na Divisão 2. Na segunda oficial de prova rodou em 1m24,993s, batendo Hugo Araújo e o Subaru Impreza da BraCarDox em 2,4 segundos. O terceiro melhor, e também na Divisão 2, foi Luís Silva no BMW M3.

José Rodrigues tirou o seu Honda Civic dos circuitos para uma incursão na Montanha e ser o melhor na Divisão 4, superando Joaquim Teixeira, cujo Seat Leon apresentou ainda mazelas dos incidentes sofridos há uma semana no Circuito de Vila Real. O piloto transmontano foi o melhor da Divisão 3, superando por 0,644s Gabriela Correia, no Seat Leon preparado pela Vettra.

Na Divisão 1 Parcídio Summavielle aproveitou a mais-valia das quatro rodas motrizes do Skoda Fabia R5 com que alinhou para estabelecer o melhor tempo, superando por 1,8 segundos Alberto Teixeira, no Mitsubishi Lancer Evo VII. No seu Evo X Ricardo Gomes terminou o dia no terceiro posto da divisão.

Vítor Pascoal estreou-se na montanha com o seu novo Porsche 911 GT3 Cup. Foi um bom teste para o piloto de Amarante, que rodou em 1m28,934s e obteve o oitavo tempo. Certamente que quererá melhorar a sua performance amanhã.

Já no Campeonato de Clássicos de Montanha Flávio Saínha mostrou que quer repetir o que fez em Santa Marta e regressar aos triunfos. O piloto do Ford Escort MKI foi o mais rápido, depois de mais um duelo intenso com os pilotos ‘da casa’ Ricardo Loureiro e Fernando Salgueiro, certamente duros adversários para a jornada de amanhã. Para já Saínhas levou a melhor sobre os rivais, ao rodar em 1m36,646s, superando Loureiro por 0,228s e Salgueiro por 2,224s.

Na Taça de Portugal 1300 João Diogo Santos teve primazia neste primeiro dia. O piloto do Fiat Punto 85 Sport superou por mais de sete segundos Francisco Milheiro, em Peugeot 206. A Domingos Fernandes, no Autobianchi A112 Abarth, coube a terceira posição.

24Shares

Em destaque

Subir