Motores

João Castela ficou ‘cliente’ do Rali dos Açores

João Castela prosseguiu a sua temporada no Rali dos Açores. Uma experiência muito positiva, que se saldou pela 16ª posição no Campeonato de Portugal de Ralis e a terceira posição entre os RC4.

O piloto de Chaves, que em São Miguel foi acompanhado por Paulo Leones no Peugeot 208 R2, tinha alinhado na Taça FPAK de Ralis em Fafe, nunca se tendo deslocado à prova açoriana, também pontuável para o Campeonato da Europa da especialidade. Daí que tudo tenha sido um desafio para Castela.

Mesmo assim o piloto flaviense foi progredindo em termos de andamento, e apoiado pela estrutura técfnica da CRN Competition o 208 R2 nunca deu grandes problemas, apesar do susto que apanhou na segunda passagem pelo troço de Feteiras, onde teve uma saída de estrada, que lhe fez perder algum tempo.

A equipa recuperou o carro para o terceiro e último dia de prova, onde tudo correu melhor e o piloto transmontano esteve mais confiante, conseguindo atingir o seu objetivo de subir ao pódio da classe.

Foi uma participação muito produtiva. Foi a minha estreia nesta prova, tinha noção que seria um desafio nada fácil, pois trata-se de um rali muito longo, bastante exigente fisicamente e mesmo para o carro as especiais não são fáceis de superar”, relatou João Castela após a prova.

“O balanço final é excelente, tivemos um percalço quando tombamos o 208 R2 numa das especiais de sexta feira, mas a nossa equipa conseguiu colocar o carro novamente em condições, prosseguimos em prova e acabamos por subir ao pódio final, que era a nossa grande ambição. Adorei a prova, tem especiais fantásticas e é uma experiência que na próxima edição vamos sem dúvida tentar repetir”, rematou o piloto de Chaves.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir