Motores

João Barbosa sentiu-se bem no seu regresso

Ainda que o resultado não tenha sido o esperado, o regresso de João Barbosa à competição na prova do IMSA Sportscar em Road America correu sem problemas físicos

O piloto do Porto, que voltou a dividir a condução do Cadillac DPi # 5 da Action Express Racing com Filipe Albuquerque, acredita que a equipa poderia ter conseguido muito melhor do que a sétima posição, não fossem vários fatores, como o ‘forcing’ a que foi obrigada entre o muito tráfego, que destruiu os pneus, e a última paragem nas boxes.

“Senti-me muito bem com este regresso, pese embora o resultado na corrida não tenha sido o esperado. O potencial estava todo lá. Tínhamos um carro excelente e simplesmente não aconteceu. Fizemos um esforço enorme”, referiu João Barbosa após a prova.

O piloto portuense mostra-se resignado mas também já pensa nas provas que faltam para o final da temporada, nomeadamente a que acontece a 9 de setembro em Monterey: “Por vezes a sorte está do nosso lado e outras vezes não. É frustrante depois do andamento que tivemos ao longo de toda a corrida. Este desfecho faz-nos cair um pouco no Campeonato mas ainda temos duas jornadas pela frente e tudo pode acontecer”.

2Shares

Em destaque

Subir