Motores

João Barbosa gostaria de repetir vitória em Detroit

João Barbosa aborda a prova do IMSA Sportscar que este fim de semana se disputa em Detroit com uma grande motivação.

O piloto do Porto, que divide mais uma vez o Cadillac DPi # 5 da Action Express Racing Filipe Albuquerque, já venceu esta corrida em 2012, e por isso sabe o que é preciso para ser bem sucedido no circuito de Belle Isle.

Vencer no traçado urbano do estado do Michigan teria dois significados; por um lado seria obter a segunda vitória da época, depois do êxito conseguido em Long Beach, e por outro seria triunfar na ‘casa’ da Cadillac.

Barbosa lembra que ele e Albuquerque mostraram que podem ser rápidos num traçado urbano, embora a pista de Belle Isle não seja exatamente a mesma coisa que a do sul da Califórnia: “Estivemos muito rápidos em Long Beach, mas apesar de ser igualmente diferente e vamos ter de trabalhar bastante para atingirmos os nossos objetivos. ”.

“Estou ansioso por ter um bom fim de semana. Estaremos na metade do campeonato depois deste fim de semana, por isso esta é uma prova ideal para disputarmos. Eu gosto da prova e o Filipe também é forte nesta pista”, acentua o piloto radicado na Florida.

João Barbosa sabe que este fim de semana é importante mas não determinante: “Mid-Ohio (a prova anterior) não a melhor para nós, mas ainda faltam muitas corrida. Sabemos que se pudermos ser consistentes aqui temos uma hipótese”.

Há outro aspeto a reter em Detroit, que é o facto de em pista os protótipos não terem os sempre rápidos carros da categoria GT Le Mans, embora o piloto do Porto não valorize muito esse aspeto.

“O tráfego não muda muito pelo facto de ter apenas connosco os carros da classe GTD. Ainda será um desafio gerir isso, de modo a não sermos surpreendidos por uma situação má. Mas isso é apenas uma parte do desafio das provas de sportscar”, considera Barbosa.

O piloto português dá mais destaque a outras características do traçado de Belle Isle: “ A pista flui bem e há um pouco de desafio com as irregularidades do piso em alguns locais. Isso pode torná-la interessante quando não se está na trajetória para passar os GT”.

“A prova é boa. Tem sempre muitas atividades para os fãs e é ótimo ir a um lugar onde toda gente está na corrida. Acho que Detroit faz um ótimo trabalho em relação a essas coisas. Para além, é claro, de ser a corrida de casa da Cadillac. Por isso é um fim de semana onde vemos muitos amigos. Uma prova da qual estamos sempre à espera”.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir