Motores

João Barbosa e Filipe Albuquerque vencem 6 Horas de Watkins Glen

João Barbosa, Filipe Albuquerque e o brasileiro Christian Fittipaldi venceram de forma brilhante as 6 Horas de Watkins Glen, prova pontuável para o Campeonato IMSA Sportscar que se disputou este domingo naquele circuito do estado de Nova Iorque.

Foi uma prova muito complicada e com várias mudanças de líder, em que a tripla luso-brasileira chegou à liderança já no último terço da corrida.

Depois de Albuquerque e Fittipaldi terem rodado pela terceira posição durante grande parte da prova, João Barbosa soube capitalizar os vários problemas de adversários para chegar à liderança no Cadillac DPi nº 5 da Action Express.

Mas para vencer o piloto do Porto sabia que seria importante que não existissem mais situações de bandeiras amarelas na última hora de prova, pois dispunha de mais de meio minuto de vantagem sobre o segundo classificado.

Só que nova neutralização da prova acabou por acontecer, e quando a corrida recomeçou João Barbosa viu-se surpreendido pelo Oreca Gibson de Stephan Simpson. O piloto português não baixou os braços e conseguiria aproveitar o tráfego para se reaproximar do seu adversário e recuperar a liderança a 10 minutos do fim. As últimas voltas foram intensas mas Barbosa ‘segurou’ o seu rival atrás de si.

“O Simpson fez um grande recomeço e passou-me na primeira curva, levei algum tempo até ter os meus pneus à temperatura ideal, mas depois estávamos muito iguais em termos de andamento, por isso seria muito difícil ultrapassá-lo. Mas sabia que o tráfego podia jogar a meu favor, e podia aproveitar isso, e fui o que fiz na última curva do circuito hesitou numa dobragem a um GT e consegui colocar-me ao lado dele e consegui passa-lo por fora da curva”, explicou o piloto do Porto no final da prova.

“Foi uma corrida dura mas justa, tocamo-nos duas vezes mas ele deu-me espaço suficiente. Foi uma corrida divertida, Viemos para esta corrida sem sabermos se podíamos ganhar, mas demos sempre o nosso melhor e a nossa mentalidade é sempre tentar vencer, e continuamos a acreditar que tal era possível e penso que viramos a página para o resto da época”, acrescentou João Barbosa.

Mais partilhadas da semana

Subir